Enquanto juntamos retalhinhos...ouvimos doces melodias...

domingo, 31 de agosto de 2014

Quero o amor que se revela quando acaba a madrugada. Quero o amor que vem depois do beijo mais intenso. Quero a palavra que testifica a declaração dos votos. Quero o gesto que ultrapassa o carinho. Quero as digitais da tua alma quando tua mão dorme em minha cintura. Nós sempre viveremos além. Nós ainda inventaremos algo maior que a eternidade.

Cáh Morandi
Ando pensando tantas coisas bonitas, sentindo as melhores sensações, avistando só o que é belo... Que flores estão sendo bordadas em minha cabeça e borboletas tem sobrevoado sobre mim.

(Elliana Garcia)

sábado, 30 de agosto de 2014

O mundo poderia parar agora. O céu fazedor de bonitezas se recolheria. O azul despencaria e no barro do chão dormiria manso. Uma lua, uma estrela, um sol. Uma dança de confirmações, um picadeiro dos melhores sentidos. As coisas ternas e simples, essas sim, durariam o tempo dos ponteiros do vento. Não iria mais querer aquilo que sugere. O que sugere encerra, desterra fim. A certeza agora me delira. Peguei cacoete de amar. O teu arrepio me alarga. O teu toque infinita o minuto. Eu tenho o sentimento.

Dan Cezar

Bom humor todo dia não é fácil não. Mas é opção que faço no traço da manhã que grita vida. Uma bendita decisão de atropelar rancores, dores de ontem, ausências sentidas. Um sorriso só é um sorriso nos lábios. Pra sorrir a melhor coisa ainda é acreditar. É sonhar de olho aberto aquilo que está mais perto do que se imagina. O sorriso é cúmplice do instante. Piscou, sorriu.

Dan Cezar

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

"Estou aprendendo a desaprender desde que você chegou.Desaprendendo a ser forte,
para cair mais frágil em teu abraço."

(Cáh Morandi)
O meu ouro é medalha de fé. Uma natureza minha de sentir beleza naquilo bom. Naquilo que promete um sorriso. Eu logo de cara mando um aviso que vim pra raiar. É opção, simples assim. O verbo amar me conjuga em todos os pretéritos e presentes. Perfeitos ou imperfeitos. O meu jeito de vida descomplica os segredos, os mistérios. É hilário quando tenho um medo aflorado por conta de perder um instante de graça. Porque tudo nessa vida é uma praça do amor. Tudo é um carrossel desse verbo, amar. Tudo indica um único caminho: o amor. Esse amor vem protegido, vem prometido de uma emoção que faz absurdamente tudo valer à pena. Clarice, Sophia e Helena atestam. José, Henrique e Pedro que o digam. O amor é um atestado de existência. Vimos ao barro nosso não só pra rezar nosso Pai. Ai daqueles que pensam menor. Toda sorte de ser é exagero de bênção. Toda alegria de pelo menos um instante me seduz em um segundo. Toda verdade é a melhor coisa do mundo. Dias melhores virão, sim. Os suores acompanham. A vida não é noves fora zero. Nem tão pouco aquilo que quero só por querer. A vida é perceber os detalhes mais lindos que indicam um caminho. Uma poeira do tempo indica você não estar sozinho. Um azul é proteção do passo. O primeiro. O importante. Aquele que te faz gigante por começar. Por tentar. Por errar. Por levantar e continuar a andar. As pedras vivas do sempre estão e estarão sempre margeando nosso rastro. O lastro que deixamos é transpô-las. É saber percalços vencidos. É exercício de insistência. O amor na vida é a recompensa de quem pensa mais. De quem sabe brincar. De quem sabe sorrir. De quem sabe dividir. De quem sabe o significado de uma palavra como o amor. E da palavra solidariedade. E amizade. E verdade. E cumplicidade. A idade só justifica a forma. A forma de amar não tem idade.

Dan Cezar

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Aconteceu de ser de repente
e no meio de tanta gente
uma multidão de amor
nos deixou a sós
frente a frente

Cáh Morandi
"Planto flores...
colho estrelas."



(Al Ribeiro)

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Passo o dia inteiro pensando em você
Te imaginando de todas as maneiras, em mil lugares
Em todas as saudades que morro de ter
Te tiro e coloco na minha vida sem pedir licença
Assim como você invade minha cabeça
Faz da minha mente uma presa da tua face
Do teu cheiro e mãos que não tenho,
Mas tenho tanto para dar
Não só o pensamento
Também amor no peito
Acontecendo antes de você chegar

Cáh Morandi

"Meu coração é canteiro de Alegria."


(Al Ribeiro)

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Então valerá a pena se arriscar no tempo
Não acreditar no erro que o destino é capaz,
Então mergulharemos no fundo, naquele profundo,
Insano e doce, desejo intenso, de um pouco de paz
E se o amor soubesse que o tempo aparece
Na face, no corpo e deixa seus sinais?
E se o amor entendesse que felicidade tem pressa
Que em uma hora dessas
Sinto falta demais?

Cáh Morandi
"Abriu a janela da Vida e agradeceu pelo que viu.
Os pássaros cantando uma rica melodia,
O céu azul como nunca,
as flores coloridas e perfumadas e
o peito num desabrochar sem fim."
(Al Ribeiro)

É quase Primavera!!!!

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Amei e não me culpo. O amor não é um laço para o arrependimento, mas sim o caminho do amadurecimento. Não poupar o beijo, não tardar a pele. Conhecer-se na entrega: estar no outro para poder "se estar". Deitar sem a pressa do relógio, permitir o delírio das palavras flutuantes com o corpo em um abraço. Pousar a mão sobre o peito e esquecer-se. Repousar a cabeça sobre o coração do outro e ser embalado pela sua respiração. Vivo de ser livre me prendendo em outras mãos. Amar como se o dia-a-dia não existisse. Amar com o mais profundo que pudermos sem economizarmos os “euteamo”. No final doerá, sempre doerá e será dilacerante. Mas se a dor não poupa, porque pouparemos na intensidade do que nos causa?

(Cáh Morandi

)
Então decidi trocar o olho. Coloquei belezura naquele canto de enxergar o mundo e baqueei. O céu tinha trocado de roupa, o mar vestiu diferente, os pássaros tinham mais asas. Até a fumaça da arrogância tinha baixado de altura. As coisas mornas eram agora diminutas por querer. O tempo era um primor deliciando suas horas. Todas as pedras e rios e árvores e flores e bichos e os tolos eram fáceis de cheirar. Eu tinha agora um olhar semântico. Era a origem da vontade. De descobrir um sentido de pele. De pelejar um novo sol. Meu olho agora tem vocação pra detalhe. Corre rio de querença. E de uma crença tanta que me alargo pra ela não fugir. Minha exuberância agora era saber nada. A descoberta era gozo de viver. A coberta cinza dos dias amealhou as semeaduras invisíveis e esfarelou no sopro do vento. Meu passatempo agora é te saber olho.

(Dan Cezar)

domingo, 24 de agosto de 2014

"Para você ,

quero inventar um Amor novo,

não quero recomeçar o mesmo sentimento de sempre."

(Cáh Morandi)
"Ampliem seus limites, é para isso que eles existem.
Este trecho roubei da sua banda preferida, Lake. “Lembrem-se sempre de que o que mais vale a pena ser compartilhado é o amor que nos faz compartilhar nosso sobrenome.”
Não levem a vida tão a sério. Deem um murro bem na cara dela quando ela estiver precisando de uma boa surra. Riam dela.
E riam muito. Nunca passem um dia sem rir pelo menos uma vez.
Nunca julguem os outros. Vocês dois sabem muito bem como acontecimentos inesperados podem mudar quem a pessoa é. Sempre pensem nisso. Nunca se sabe pelo que uma pessoa está passando em sua vida.
Questionem tudo. Seu amor, sua religião, suas paixões. Se não questionarem, nunca vão obter respostas.
Sejam compreensivos. Em relação a tudo. Às diferenças das pessoas, suas semelhanças, escolhas, personalidades.
Às vezes, é a variedade que faz uma coleção ser boa. O mesmo se aplica às pessoas.
Escolham bem suas batalhas, mas não escolham muitas.
Tenham uma mente aberta; só assim coisas novas chegarão a vocês.
E, por último, mas nem um tiquinho menos importante. Nunca se arrependam."

(Colleen Hoover in “Métrica”)

sábado, 23 de agosto de 2014

"Nesta noite enluarada,
quero deitar-me nua e sua
em um tapete de estrelas,
e beber de seus beijos como quem prova um vinho lentamente.
Nesta noite iluminada,
Sou Nyx,dançando por seus campos
cobertos de papoulas vermelhas,
à te seduzir,à te enfeitiçar,à te enamorar deliciosamente."

(Al Ribeiro)

Houve épocas, 
quando eu era menor, 
quando eu era pequeno, 
em que algumas pessoas, 
muitas pessoas, 
diziam me amar... 

Mas na verdade elas me tosquiavam, 
atavam minhas mãos, 
tutelavam meus desejos, 
me sufocavam...

Só aplaudiam meu bom comportamento e minha submissão.

Diziam me amar,
mas contraditoriamente me impediam de ser livre,
cerceavam minha naturalidade,
queriam matar minha ousadia,
exigiam que eu obedecesse apenas
às suas vontades neuróticas.

Mas agora,
agora ninguém mais consegue
sufocar meu grito de liberdade, ninguém mais
quebra
as minhas asas de pássaro livre.

Ninguém mais!

Ou me amam de verdade
e voam comigo,
cada vez mais alto e mais longe,

— ou ficam no chão,
simplesmente.

(Edson Marques)

Me vi aqui.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

"Porque julgas que não posso te amar assim como és?!
Talvez meu amor aquecesse seu coração.
Aqueça esse peito,
derrama esse amor,
pare de se defender,renda-se,
renda-me,
me tome em em seus braços e entregue-se de vez."

(Al Ribeiro)
Toda mudança requer um plano. Algumas vezes, um plano esboçado numa folha de papel, outras vezes, um plano intuído no coração do cérebro. Mas a mudança mais gostosa é aquela que requer apenas um plano inclinado, por onde a gente escorrega como se o mundo fosse um lençol de cetim; escorrega até a borda — e então salta feito Ícaro em direção ao vazio do belo escuro profundo da Vida.

(Edson Marques)

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

O amor é breve de todo ontem. Um candelabro de presentes na luz que agora brilha. É trilha naquele amanhã que deita em ocasos. 
O amor é caso sério com o tempo, que chega em patente supra, indiferente aos cinzas. 
O amor quer brincar de cor, de água de bocas, de pés amanhecendo cúmplices. 
O amor beira os rios de saudades, escandaliza as nuvens daquele azul que promete e cumpre. 
O amor é ranzinza com a preguiça da entrega, com o desleixo de um olhar que não grita, com os pelos que não arrepiam.
O amor se diverte de nós, gargalha você, ri pra mim.
O amor é enquanto sem fim, é um durante longo de saber pensar o outro.
O amor é tão forte que sorte é palavra de porte aos desavisados.
O amor é regra única no hiato entre nascer e morrer: ou ame ou ame.
O amor não perdoa meios, metades, partes. O amor é inteiro de vida, é cheio em sentidos, é transbordamento de querenças.
O amor é a melhor crença, o amor é a melhor dança.
O amor é trança de todas as lágrimas, a melhor razão, o melhor motivo.
O amor é querer sorrir.
Pro outro.
Pra sempre.

Dan Cezar

Como é belo sermos trapezistas nesse circo em que nossa vida se transforma! Às vezes, estamos na corda bamba, às vezes fazemos papel de palhaços, às vezes rimos dos outros palhaços, outras vezes rimos de nós mesmos, e ainda muitas outras vezes enfrentamos as feras... Mas vivemos sempre lá em cima, trapezistas da nossa própria existência, bailarinos da nossa própria esperança. Muitas vezes tiramos até as redes de proteção para que o risco seja maior que o riso, para que nossos saltos sejam mais emocionantes e mais altos, para que a aventura seja ainda mais perfeita e mais profunda.

E se um dia nós voarmos de encontro ao chão, isso não terá nenhuma importância maior, porque também viveremos a emoção da própria queda.

Quem cai por amor à vida, cai sempre pra cima.

Em nome da vertigem, toda queda tem poesia.

( Edson Marques)



"Quem cai por amor  à Vida,cai sempre de pé e feliz."

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

O amor é todo sabor de Deus!

Dan Cezar
Que a nossa vida seja enfeitada de flores, amores, bem-querer.
Que brote só o que é bonito de se ver e sentir. O que nos puxa para trás, que pesa o ser, que anuvia os olhos, não vingue.Que só o que é bom floresça e fique cheio de frutos.

(Elliana Garcia)

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Ah, o amor. Essa coisa coisada inflada de faíscas em festa. Uma verdadeira orgia dos melhores sentidos em profusão de quereres. O amor que tanto nos faz mostrar os dentes mais despertos pra felicidade. O amor que dá cambalhotas em nuvens de alegria pra chover todos os beijos. O amor que junta. O amor que sela. O amor que faz qualquer merda feita ter valido a pena. Porque o amor perdoa. O amor amor, perdoa. Não a toa é o rei dos sentidos. Na boa, o amor é foda! E das boas! O amor goza, tem orgasmos, respira mais, sua mais, toca mais, brinca mais, desespera mais, chora mais, decepciona mais, vive mais! O amor é a oitava nota musical. A oitava maravilha do mundo. O oitavo dia de Deus, guardado pra um dia único.

(Dan Cesar)
Dia mais que especial!!!!

Hoje completamos dois anos!!!!

Dois anos de Retalhinhos de Mim!!!

Nosso melhor presente é sua presença...Obrigada!!!



Que o sol brilhe Senhor, aqui dentro do meu ser. Que meu coração seja aquecido com a chama da coragem para eu continuar plantando belezas e semeando esperança.
Que flores desabrochem. Que borboletas voem e que o meu jardim interno...esteja sempre florido, colorido. Lindo de viver.

(Elliana Garcia)

segunda-feira, 18 de agosto de 2014


O amor é tão somente querer.
querer o mundo
querer gritar
querer ficar
querer chorar
p e r p e t u a r
querer bisar
querer sonhar
querer te ver
querer tecer
querer você
a m a n h e c e r
querer te ser
e perceber o teu sonho
querer sorrir
querer florir
querer pedir
e x p a n d i r
querer sair
e voltar
querer e querer e querer.
o amor é simples.

Dan Cezar
Despreocupe-se. 
Desarme-se. 
Liberte-se. 
Sinta.

(Monalisa Macêdo)


Uma ótima semana para todos!

domingo, 17 de agosto de 2014


Eu quero um amor para duvidar.
e imaginarei os olhos dos incrédulos atestando
e sonharei todos os poemas que um dia te fiz
e balbuciarei meu amor em todos os verbos
e denunciarei teu nome em versos e palavras
e chamarei o azul como testemunha
e habitarei meu íntimo de tensas saudades
e gritarei as verdades minhas no silêncio
e chorarei meu sangue desprotegido
e esparramarei as esperanças no amanhã
e amanhecerei querendo ser ontem
e sorrirei ao te ver em minha retina
e surtarei quando te souber pele
e adormecerei quando se fizer cúmplice
e fecharei todas as portas de saída
e selarei tua boca na minha
e falarei que jamais amei um dia assim
e duvidarei para sempre que o amor tenha fim.

Dan Cezar
"Quero te dizer que muito mais importante que ter alguém é ter paz. Muito mais importante que ter alguém é saber lidar com você mesma. É se gostar, se curtir, se suportar, se superar todo dia… Muito mais importante que ter alguém é estar todo dia verdadeiramente apaixonada pelo “alguém” mais importante da sua vida: você mesma." 

(Clarissa Corrêa)

sábado, 16 de agosto de 2014

Já faz parte do meu cabedal de sentidos, te olhar além. É também a retórica de olhos que te obedecem. Uma mesmice terna de sentir teu cheiro em azuis límpidos e novos todos os dias. Minhas alegrias são diversas, minha memória dispersa em lembrar o instante mais querido, o olhar mais consagrado, o abraço mais emocionante. Porque tudo, absolutamente tudo tem o teu jeito. Meu peito é uma aquarela de todas as vertentes do amor. Uma sentinela na espera do próximo ato. Fato, você derreteu nuvens, creia. Ou de onde vem esse rio que dobra em minha face?

Dan Cezar

Possibilidades: palavra simples, geralmente usada no plural. E sinonimamente sincronizada com as reticências – uma pluralidade de chances. A possibilidade de ser feliz sempre vence a possibilidade de não dar certo, mesmo quando já tá tudo dando errado. Engraçado. A gente morre de medo de pular de paraquedas, conheço gente que desiste no último minuto, segundos antes de pular: ‘E se não abrir? E se eu morrer?’. Não vale a pena o risco. Mas desconheço alguém que tenha feito o mesmo sobre dar a mão pra outra pessoa. ‘E se ela me soltar? Se me deixar cair?’. A gente até pensa nisso tudo, mas no fim das contas sempre acaba se jogando. A possibilidade de dar certo, por menor que seja, sempre é levada em consideração. Curioso, já que sofrer por amor é também morrer. O coração é estilhaçado enquanto ainda bate, a gente é enterrado vivo. Mas depois renasce. Talvez por isso que valha a pena o risco. Talvez por isso que a gente não deixa o medo ser maior que a coragem de tentar. Porque se sofrer por amor é morrer, ser feliz por ele é o paraíso. E se têm possibilidades do paraquedas abrir e você mergulhar na imensidão do céu, porque não arriscar? Reticências são sempre bem vindas quando a continuidade é ser feliz.

(Teca Florencio)

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Então o amor, a voz que liberta os sentidos paridos da vida, delira cores, inverte os sabores do vento, traz as flores da primavera do amanhã e bagunça bonito o ponteiro. O tempo se faz cúmplice, inteiro, o caminho que se abre é ávido de peles. Que se abraçam, que se embaraçam, que se tocam, que se molham, que se gozam, que se regozijam, que se deleitam, que deitam singularmente plural, que se repetem. O amor é bis querido, um feliz desassossego bem chegado. O amor é um bocado de desculpas aceitas, tão perfeitas quanto esquecidas. O amor é um sinal bonito de vidas feitas para serem. Porque o amor é. Sempre foi. Sempre será. O amor é Deus nascendo.

Dan Cezar

" A felicidade é sutil. É uma poesia, um pedaço de manga, um gole de vinho, uma música que arrepia. " 

(Clarissa Corrêa)

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

La Vie En Rose 
Des yeux qui font baisser les miens,
Un rire qui se perd sur sa bouche.
Voila le portrait sans retouche,
De l'homme auquel, j'appartiens,

Quand il me prend dans ses bras
Il me parle tout bas,
Je vois la vie en rose.

Il me dit des mots d'amour,
Des mots de tous les jours,
Et ça me fait quelque chose.

Il est entré dans mon coeur
Une part de bonheur
Dont je connais la cause.

C'est lui pour moi,
Moi pour lui dans la vie,
Il me l'a dit, m'a juré pour la vie.

Et, dès que je l'apercevois
Alors je sens dans moi
Mon coeur qui bat,

Des nuits d'amour à ne plus en finir
Un grand bonheur qui prend sa place
Des enuis des chagrins s'effacent
Heureux, heureux en mourir.

Quand il me prend dans ses bras,
Il me parle tout bas,
Je vois la vie en rose.

Il me dit des mots d'amour,
Des mots de tous les jours,
Et ça me fait quelque chose.

Il est entré dans mon Coeur,
Une part de bonheur,
Dont je connais la cause.

C'est toi pour moi,
Moi pour toi dans la vie,
Il me l'a dit, m'a juré pour la vie.

Et, dès que je l'apercevois
Alors je sens dans moi
Mon coeur qui bat.

Lalalala Lalalala


"Não são as coisas que possuímos ou compramos que representam riqueza, plenitude e felicidade. São os momentos especiais que não tem preço, as pessoas que estão próximas da gente e que nos amam, a saúde, os amigos que escolhemos, a nossa paz de espírito. Felicidade não é o destino e sim a viagem." 

(Martha Medeiros)

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Ne Me Quitte Pas

Ne me quitte pas
Il faut oublier, tout peut s'oublier
Qui s'enfuit deja
Oublier le temps des malentendus
Et le temps perdu
A savoir comment oublier ces heures
Qui tuaient parfois a coups de pourquoi
Le coeur du bonheure

Ne me quitte pas
Ne me quitte pas
Ne me quitte pas
Ne me quitte pas

Moi, je t'offrirai des perles du pluie
Venues de pays ou il ne pleut pas
Je creuserai la terre jusqu'apres ma mort
Pour couvrir ton corps d'or et de lumiere
Je ferai un domaine
Ou l'amour sera roi
Ou l'amour sera loi
Ou tu seras reine

Ne me quitte pas
Ne me quitte pas
Ne me quitte pas
Ne me quitte pas

Ne me quitte pas
Je t'inventerai des mots insensés
Que tu comprendras
Je te parlerai de ces amants là
Qui ont vu deux foi leurs coeurs s'embraser
Je te racont'rai l'histoire de ce roi
Mort de n'avoir pas pu te rencontrer

Ne me quitte pas
Ne me quitte pas
Ne me quitte pas
Ne me quitte pas

On a vu souvent
Rejaillir le feu de l'ancien volcan
Qu'on croyait trop vieux
Il est paraît-il des terres brûlées
Donnant plus de blé qu'un meilleur avril
Et quand vient le soir
Pour qu'un ciel flamboie
Le rouge et le noir ne s'épousent-ils pas

Ne me quitte pas
Ne me quitte pas
Ne me quitte pas
Ne me quitte pas

Ne me quitte pas
Je ne veux plus pleurer
Je ne veux plus parler
Je me cacherai là
A te regarder danser et sourire
Et à t'écouter
Chanter et puis rire
Laisse-moi devenir
L'ombre de ton ombre
L'ombre de ta main
L'ombre de ton chien

Ne me quitte pas
Ne me quitte pas
Ne me quitte pas


Para mim...uma das músicas mais bonita.
E com certeza sempre que ouço...me lembro de ti.






"A Dona Vida me fascina,e me convida à dançar um lindo ballet todos os dias.
Eu fico na ponta dos pés,
eu giro,
eu salto.
Horas num Adágio,horas Allegro,bourrèe,fouette,grand jetè.Não importa o passo,eu faço.
Horas sou um Cisne Negro à bailar.
Horas sou Romeo and Juliet à amar.
Horas sou Giselle à encantar.
É assim que a Dona Vida me ensina à cada passo a doce magia de dançar,de saltar,de celebrar,de viver.
Viver é uma dança bonita."

(Al Ribeiro)